sábado, 20 de agosto de 2011

Criando um live-usb do Fedora.

Olá galera!!

Esses dias precisei instalar o Fedora 14 Live KDE x86-64, e, como já faz um bom tempo que não utilizo mídias para gravar as distros que baixo da internet, tratei de transferir a imagem para o pendrive.

Aí começou a minha saga de quase 48 horas: o velho e bugado instalador do Fedora 14 ataca novamente.

Utilizei a própria ferramento recomendada pelo Fedora (liveusb-creator) mas só tive sucesso com a versão 32 bits, sabe-se lá o motivo...

Tentei transferir a imagem instalando o liveusb-creator no Ubuntu e no OpenSuse, mas nada dava certo.

No Ubuntu precisei instalar as seguintes dependências:
python-qt4
python-dbus
python-qt4-dbus
python-parted
parted
extlinux

Concluia todo o processo, mas falhava durante a instalação do Fedora.

No OpenSuse precisei apenas instalar a dependêcia syslinux. O mesmo dava um erro
no final por não encontrar o módulo do python chamado parted... mas o mesmo, segundo li num blog, só serve para tornar a partição bootável, coisa que eu já havia feito manualmente pelo fdisk.

Concluia também todo o processo, mas na hora de dar boot as vezes conseguia, as vezes não.

Conclusão: consegui pelo dd    :-)

Utilizei o seguinte comando:

dd if=imagem.iso of=/dev/sdx bs=8M

Observe que o dispositivo de saída é o /dev/sdx e não uma partição /dev/sdxX

Depois disso, dei o boot pelo pendrive e corri para o abraço.

Encontrei essa luz em algum wiki do Fedora. Já conhecia bem o dd (utilizo bastante), mas tentei o método oficial do liveusb-creator e o famoso unetbootin. Ambos sem sucesso, pelo menos com o Fedora. Em outras distros sempre me saio bem com essas ferramentas.

Abraços!!
Follow Me on Twitter