segunda-feira, 14 de abril de 2014

Instalando o novíssimo Gnome 3.12 no Fedora 20

Fala, pessoas!

Instalou o FEDORA 20 e agora está na vontade de utilizar o recém-lançado GNOME 3.12?
Simples! Basta seguir os procedimentos abaixo:

Não me responsabilizo caso o procedimento abaixo venha a trazer instabilidades ou inoperabilidade do sistema. Apenas garanto que em minhas duas estações de trabalho funciona com extrema estabilidade.
 
 1. Crie a entrada do repositório RHUGHES
# touch /etc/yum.repos.d/rhughes.repo

2. Edite o arquivo com qualquer editor de texto de sua preferência e essas informações:

[rhughes-f20-gnome-3-12-i386]

name=Copr repo for f20-gnome-3-12 owned by rhughes (i386)
baseurl=http://copr-be.cloud.fedoraproject.org/results/rhughes/f20-gnome-3-12/fedora-$releasever-i386/
skip_if_unavailable=True
gpgcheck=0
cost=900
enabled=1

[rhughes-f20-gnome-3-12-x86_64]
name=Copr repo for f20-gnome-3-12 owned by rhughes (x86_64)
baseurl=http://copr-be.cloud.fedoraproject.org/results/rhughes/f20-gnome-3-12/fedora-$releasever-x86_64/
skip_if_unavailable=True
gpgcheck=0
cost=800
enabled=1

3. Salve o arquivo e atualize o sistema
# yum update


Após a atualização, reinicie o PC apenas por garantia.


Fonte: http://copr.fedoraproject.org/coprs/rhughes/f20-gnome-3-12/

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Como ativar o rc.local no Fedora e no Red Hat (RHEL)

Alguns usuários e administradores de sistemas que utilizam Fedora ou Red Hat (RHEL), com certeza, em algum momento, irão passar pela necessidade de definir que algum aplicativo ou script seja carregado na inicialização do sistema.

Aqueles que já utilizam Linux irão lembrar do /etc/rc.local, que é particularmente
um script utilizado para esse propósito.

Nele, podemos inserir o caminho absoluto de aplicações e scripts, de acordo com a necessidade do usuário, para que estas sejam carregadas automaticamente durante o boot do S.O.

Porém, sistemas como o Fedora e Red Hat (RHEL) já vem a algum tempo removendo por padrão o arquivo em questão.

De acordo com a documentação do Fedora, para que o rc.local volte a funcionar basta três passos simples.

( Todos os comandos como ROOT # )

1. Criar o arquivo rc.local em /etc/rc.d
# touch /etc/rc.d/rc.local

2. Inserir o "shebang" no arquivo
# echo '#!/bin/bash' > /etc/rc.d/rc.local

3. Torná-lo executável
# chmod 774 /etc/rc.d/rc.local

Após esses três passos, basta modificá-lo de acordo com a sua necessidade.

Follow Me on Twitter