sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo!! E a psicologia ...

Mais um ano terminando, e outro começando...

Se pararmos para analisar o que significa, de fato, a passagem de um ano para outro, perceberemos que nada é além da passagem de um dia pra outro.

Civilizações criaram o calendário, "dividiram" o tempo em horas, minutos, segundos, dias, meses, anos, estações, turnos... mas, de verdade, o tempo não se divide. O tempo é algo contínuo.

Como nós seres humanos temos limites para compreender as coisas, fica muito mais fácil gerenciar algo seccionado do que algo inteiro ou contínuo. Tente entender que o espaço e os números são infinitos. Concentre-se e fique pensando a respeito da infinidade e, logo após alguns minutos, você se sentirá amargurado e agoniado por não conseguir compreender.

Acaba o ano de 2010, inicia-se o ano de 2011 ... mas nada mais é do que um período (um momento) após o outro na linha do tempo. Sem pausas. As corrupções, as dificuldades e as derrotas continuam, assim como as alegrias, as vitórias, as equidades...

O que pode de fato exercer uma alteração em nossas atitudes é o nosso estado psicológico. Todo ser humano é dotado de fé e esperança, mesmo que silenciosas, implícitas, involuntárias. Diante da nossa fé e esperança criamos automaticamente o desejo por dias melhores, e esse desejo é tão grande que nos faz acreditar que de fato virão dias melhores. Em cima disso é que tomamos atitudes melhores e podemos praticar a bondade, o amor, enfim, fazer um ano novo melhor e alcançarmos esses dias melhores.

Feliz Ano (período, momento) Novo!!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Notebook HP G42-212BR e Debian Squeeze

Colocarei nesse post apenas alguns detalhes sobre minha experiência com o notebook G42-212BR no Debian Squeeze (testing / 6.0).

O funcionamento, após uma instalção normal, foi de quase 100%. Não foi necessário passar parametros especiais para o carregamento do sistema, nem muita mágica.

Na verdade as três interveções necessárias foi para ativar os dispositivos de som e de rede sem fio, e configurar o NetworkManager para detectar a rede com fio.

Passo 1 - Som

No Windows, pelo software da Realtek, o CODEC reconhecido é o ALC270. Pelo linux, o dispositivo é reconhecido como Audio device: Intel Corporation 82801I (ICH9 Family) HD Audio Controller (rev 03), e pelo ALSA como Intel G45 DEVCTG, utilizando o modulo snd-hda-intel.

O som não rolava de jeito nenhum. Ao executar o comando cat /proc/asound/card0/codec#* | grep Codec tinha como resultado:
Codec: Realtek ID 270
Codec: Intel G45 DEVCTG

Observe o Realtek ID 270. Isso significa que é um codec desconhecido, pois o ideal seria algo do tipo Realtek ALCxxx (Realtek ALC260, por exemplo).

Solução

Instalei o apt-build e os headers do kernel (aptitude install apt-build linux-headers-2.6)
Rodei o comando m-a
Dentro do module assistant (m-a) pedi para compilar e instalar o alsa-base
Inseri a linha options snd-hda-intel enable_msi=1 ao arquivo /etc/modprobe.d/alsa-base.conf
Reiniciei o PC. Se preferir, reinicie apenas o alsa com o comando alsa reload

Dessa vez ao executar o comando cat /proc/asound/card0/codec#* | grep Codec foi retornado
Codec: Realtek ALC259
Codec: Intel G45 DEVCTG

Passo 2 - Wireless

A rede sem fio desse notebook é disponibilizada pela controladora Realtek RTL8191SEvA

Network controller: Realtek Semiconductor Co., Ltd. RTL8191SEvA Wireless LAN Controller (rev 10)

Tentei utilizar esse dispositivo pelo Ubuntu através do gerenciador de drivers proprietários, sem sucesso. No Debian, instalei o NDISWRAPPER (pelo m-a como o alsa-base), mas também não obtive resultado satisfatório. O ndiswrapper detectava o dispositivo após apontar o arquivo inf do driver (tanto do WinXP 32-bits quanto do 64-bits) mas na hora de funcionar não dava certo.

Solução:

Depois de muito procurar, fiz o caminho mais óbvio como um usuário de Windows faria: ir ao site do fabricante procurar um driver. Fui desanimado, achando que não iria encontrar. Para minha feliz surpresa existia lá o driver para linux. Bastou um ./configure && make && make install para o NetworkManager detectar as redes sem fio que tenho por aqui por perto ;-)

Passo 3 - NetworkManager e Conexão com fio.

A rede com fio, controlada por um chip Realtek RTL8101E/8102E
Ethernet controller: Realtek Semiconductor Co., Ltd. RTL8101E/RTL8102E PCI Express Fast Ethernet controller (rev 02)
foi detectada automaticamente pelo linux. O problema foi ativar o gerenciamento dessa rede pelo NetworkManager.

Solução:

Se a interface eth0 (no seu computador pode ser eth1, eth2, etc) estiver referenciada no arquivo
/etc/network/interfaces como no exemplo abaixo (para DHCP)
allow-hotplug eth0
iface eth0 inet dhcp

Edite o arquivo /etc/NetworkManager/NetworkManager.conf

[main]
plugins=ifupdown,keyfile

[ifupdown]
managed=false

trocando o false por true

[main]
plugins=ifupdown,keyfile

[ifupdown]
managed=true

Salve o arquivo e reinicie o serviço
/etc/init.d/network-manager restart

Pronto. Por hoje é só pessoal.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Debian Squeeze

Ae galera!

Aqui estou eu de novo, nos braços do povo, na praça outra vez ... (Agepê - Eu de novo)

Bom, vou deixar a brincadeira de lado e, pra variar, serei direto. São 05h31 da manhã, não dormi (novidaaade) e, para passar a madrugada brincando com alguma coisa, resolvi instalar novamente o DEBIAN quase 2 anos depois do lançamento da versão 5.0 codename Lenny (Fev/2009). Na época em que o Lenny foi lançado não consegui me adaptar por algum motivo que não me recordo no momento. Acredito que foi pelos mesmos motivos de sempre: testar, testar e testar outras distros. E no final sempre termino voltando para o SLACKWARE.

Mas por que?

Porque no Slackware ja tenho pacotes prontos que eu mesmo fiz, é uma fonte de aprendizado muito legal, onde toda hora tenho que ficar compilando alguma coisa, recorrendo ao terminal, praticando, sinto-me bastante livre e NUNCA tenho problemas com atualizações, repositórios, etc.

Hoje resolvi instalar a versão netinstall do Lenny, porém com a intenção de atualiza-lo para a versão testing codename Squeeze. Infelizmente não encontrei (não sei se existe) o netinstall da versão testing e perdi uns 30 a 60 minutos fazendo a instalação + atualizações. Depois mais umas 2 horas instalando o gnome-core, hal, dbus, xorg, alsa, etc.

Resultado: Tudo instalado, funcionando e com um desempenho EXCELENTE!

Cara, vou te dizer: realmente o DEBIAN é do barabadá! Até mesmo no SLACKWARE (minha paixão s2 - aFF, viadagem à vista + miguxês) não consegui ainda tanto desempenho e praticidade.

Espero ficar um tempo trabalhando com o DEBIAN sem ter muitas decepções do tipo, um KERNEL PANIC básico, ou erros aleatórios devido à burrice de operador.

Ah, ja ia esquecendo de dizer que estou usando o driver open-source NOUVEAU. Abri mão do driver proprietário, e por enquanto, só sucesso!

Abraços!!
Follow Me on Twitter