terça-feira, 30 de março de 2010

Oh Musica!

SINCERAMENTE, diante de algumas situacoes, nada melhor do que
ouvir musica.

Seja um momento de alegria ou de tristeza, amor ou raiva (odio e uma palavra muito forte), conquista ou decepcao, nao importa...

Seja Rock n Roll, MPB, Pagode, Dance, Reggae, nao importa...

As vezes a musica alimenta um desejo ou o amortece.
As vezes a musica te faz esquecer um problema ou ajuda a resolve-lo.

Musica que da vontade de dancar, sair, sorrir, cantar, pular, treinar...
Musica que da vontade de sentar, dormir, chorar, beber, descansar, refletir...

Nao importa, apenas se ligue na musica!

Lembrete de como instalar o GENTOO

1. extrair todo o conteudo do stage3 na particao recem formatada.

2. extrair todo o conetudo do portage em /usr

3. montar /proc e /dev com opcao -o bind

4. ativar swap com o comando swapon arquivo ou swapon particao

5. executar o chroot diretorio /bin/bash

6. executar source /etc/profile && env-update

7. alterar senha do root com o comando passwd

8. configurar make.conf no meu caso:
CFLAGS e CXXFLAGS="-march=k8 -O2 -pipe"
ACCEPT_KEYWORDS="~amd64"
INPUT_DEVICES="evdev mouse keyboard"
VIDEO_CARDS="radeon ati vesa fbdev"

9. instalar os essenciais
emerge gentoo-sources gentoolkit genkernel grub hal dbus pam
xf86-video-{ati,vesa,fbdev} xf86-input-{evdev,keyboard,mouse}
alsa-{oss,tools,utils} pciutils dosfstools dvd+rw-tools links xterm
dejavu font-bh-ttf ncftp vim xorg-server gtk-engines mc unrar

10. compilar o kernel
genkernel --gensplash --install --menuconfig all
definir processador para os da familia AMD64
definir timing frequency para 1000Hz
definir latencia baixa (low latency preemptive)
ativar em FILESYSTEMS os NLS as opcoes portuguese e ISO 8859-15
ativar em FILESYSTEMS o suporte para EXT4

11. configurar o fstab

12. configurar o grub
editar o /boot/grub/menu.lst
executar o grub
root (hd0,0)
setup (hd0)
quit

13. adicionar e configurar os servicos de inicializacao de sistema
verificar os disponiveis em /etc/init.d/
configurar os disponiveis em /etc/conf.d/
adiciona-los ao rc
rc-update -a dbus default
rc-update -a hald default
rc-update -a sshd default
rc-update -a gpm default
rc-update -a alsasound boot

14. configurar demais variaveis em
/etc/
/etc/conf.d/
/etc/profile.d/

15. configurar o arquivo /etc/X11/xorg.conf
se for uma placa antiga (como a minha) ou notar a tela piscando e lentidao para renderizar algumas coisas adicione

Section "Device"
...
Option "AccelMethod" "XAA"
...
EndSection

16. copiar /usr/share/hal/fdi/policy/10osvendor/10-keymap.fdi para
/etc/hal/fdi/policy/10-keymap.fdi e edita-lo

17. desmontar as unidades e processos montados e desativar o swap
proc
bind
gentoo
swapoff

18. reiniciar o sistema

19. adicionar usuario, configurar senha e adiciona-lo aos grupos
useradd -m -s /bin/bash usuario
passwd usuario
gpasswd -a usuario grupo

20. configurar o sistema a seu gosto e usa-lo nao esquecendo dos comandos
etc-update e revdep-rebuild apos cada emerge

Pronto. 20 passos para nao esquecer sobre a instalacao do Gentoo =]

Complemento

Alguns comandos importantes para quem costuma instalar o gentoolkit

revdep-rebuild
faz uma analise de links quebrados e referencias defeituosas

exemplos de uso:
revdep-rebuild
revdep-rebuild --library libnss3.so.12

se o revdep-rebuild insistir em encontrar uma falha em algum arquivo voce pode mascara-lo em /etc/revdep-rebuild/99revdep-rebuild

equery
informacoes adicionais sobre um programa

exemplos de uso:
equery d poppler [lista programas que dependem do poppler]

qfile
informacoes adicionais sobre a qual pacote o programa ou diretorio pertencem

exemplos de uso:
qfile /usr/bin/pidgin [lista o nome do pacote a qual o pidgin pertence]
qfile /usr/kde/3.5/ [lista o nome do pacote a qual o diretorio pertence]

nao tem mais os ebuilds do kde 3.5? como remove-lo entao...
listar -> emerge --unmerge $(qfile -eqC /usr/kde/3.5/) -pv
remover -> emerge --unmerge $(qfile -eqC /usr/kde/3.5/)

obs: esse nao necessita do gentoolkit

etc-update
atualiza/instala novos arquivos de configuracao, como por exemplo, /etc/fstab

obs: esse nao necessita do gentoolkit

emerge --regen
serve para gerar novamente o a lista do portage. utilize-o quando atualizar algumas coisas relacionadas ao portage, como adicionar um overlay por exemplo, ou ebuilds novos.

obs: esse nao necessita do gentoolkit

segunda-feira, 22 de março de 2010

Mãos atadas.

Sabe quando você quer alguma coisa mas no momento não pode? As vezes quer tomar uma atitude, ou adquirir algo material, mas as circunstâncias não são favoráveis à sua ação.

Essa coisa de "você tem o poder de mudar as coisas" que as pessoas dizem, não é 100% verdade. A não ser que você tenha fé. Eu acredito no poder da fé.

É verdade que você pode fazer um pouquinho hoje, mais um pouco amanhã, mas FAZER o que dá pra fazer, no momento certo.

O ideal é ter prudência. Mas e quando realmente não da pra fazer?

Essa é a parte que poucos falam. Situações assim existem. Váááárias...

E pra quem está de fora, é fácil julgar hein? Que beleeeeeza!!

Dar aquilo que pode...

Digamos que você seja uma pessoa 100% radical! Então você pode dar 100% de radicalismo, correto?
Então você é radical na sua casa, no seu trabalho, no seu curso, em todos os ambientes em que você vive e convive. Esse é você.

Porém, se você tem uma afinidade maior com um punhado de pessoas, obviamente você será um pouco menos radical com elas. Em outras palavras, você estará dando 80% do seu radical + 20% de sua flexibilidade. Mas acontece uma coisa: Você não costuma ser uma pessoa flexível, logo, esses 20% de flexibilidade não são muito eficientes.

Na verdade é um esforço que você faz, para agradar a(s) pessoa(s) que você está lidando, e tornar essa relação o mais agradável possível.

Cabem às pessoas que te conhecem respeitar isso em você, e cabe a você esforçar-se a dar os 20% ou mais daquilo que você não costumar ter ou ser.

O mesmo deve ser exercido pela(s) outra(s) pessoa(s) que você se relaciona. E assim chegamos ao equilíbrio.

Quando digo "RELACIONA" estou me referindo a todos os tipos de relacionamentos: amorosos, amizade, profissional, familiar, etc.

Depende do seu ponto de vista!

Incrível como cada pessoa tem dentro de si um pouco daquilo que é a sociedade. A essência do ser-humano parece que vai se perdendo, e dando lugar a dogmas estabelecidos por uma sociedade tão hipócrita.
As pessoas parecem que gostam de exibir aquilo que não são. Acreditam que o amor, a bondade, a cumplicidade, etc, são sinônimos de fraqueza, e por isso, preferem externar o lado ruim muitas vezes fictício que existe dentro delas.

Realmente algumas coisas me incomodam e essas coisas podem parecer besteira, para VOCÊ, mas não para mim.

Como diz o ditado popular: "Engulo um elefante, mas me engasgo com uma formiga"

O que para você é besteira, para mim pode ser uma bomba atômica, e vice-versa. Tudo depende do seu ponto de vista, afinal de contas, enxergar a verdade (que é uma só) para muitos ainda é uma Missão "quase" Impossível. Então criam essa coisa de "ponto de vista" para facilitar o entendimento daquilo que devemos chamar de RESPEITO.
Follow Me on Twitter